Trabalhar na Áustria: tudo que você precisa saber

07.04.2019

Trabalhar na Áustria é um dos temas que mais somos questionados por quem está pensando em se mudar para cá. Por isso decidimos gravar um vídeo (que está no final do post) e esclarecer também aqui as principais dúvidas que recebemos de nossos leitores.

 

Vamos então entender como funciona o sistema de trabalho austríaco?

 

 

O primeiro passo:

 

O primeiro passo, antes mesmo de você começar a procurar um emprego aqui, é ter uma autorização para trabalhar na Áustria. Existem duas formas de você conseguir essa autorização: tendo cidadania austríaca (ou europeia) ou um visto que dê permissão para trabalhar.

 

É importante frisar que o visto de trabalho não é permanente, normalmente ele é restrito a 1 ou 2 anos e precisa ser renovado. A renovação é feita mediante a comprovação de que você continua trabalhando.

 

Estudante pode trabalhar?

 

Estudantes também podem trabalhar, mas com restrição no número de horas semanais, para que não interfira nos estudos.

 

RWR Karte

 

O Rot-Weiß-Rot Karte é um visto especial que autoriza a pessoa a trabalhar por 1 ano. Ele só é concedido no caso da imigração de funcionários específicos: pessoa altamente qualificada, profissional para área com escassez de candidatos, profissional chave, estrangeiros que se formaram em universidade austríacas, etc

 

Onde pesquisar vagas de emprego?

 

Os sites que mais usamos aqui na Áustria são: Linkedin, Karriere, Stepstone, Indeed, Glassdoor e Willhaben. Nossos favoritos (e os mais usados pelos austríacos) são Karriere e Willhaben.

 

Áreas com maior oferta de empregos

 

Pela nossa experiência pesquisando vagas de emprego desde que nos mudamos, as áreas que sempre vemos vagas disponíveis (dados de abril de 2019) são as seguintes: TI, financeiro, vendas externas e empregos que não requer ensino superior (restaurante, bar, sorveteria, loja, etc).

 

O que enviar ao recrutador:

 

Aqui na Áustria o recrutador/empresa espera receber os seguintes documentos do candidato: currículo em modelo europeu com foto + carta de apresentação + carta de motivação para aquela vaga naquela empresa.

 

Embora não seja comum, às vezes algumas empresas pedem também seu histórico escolar, com o desempenho da pessoa na universidade.

 

Documentos necessários para a contratação:

 

Se tudo correr bem na entrevista e você conseguir a vaga de emprego, para que a empresa possa te contratar eles precisarão desses documentos: número de seguro social (e-card), passaporte, comprovante de residência, comprovante de conta bancária da Áustria e, no caso de imigrante, o visto de permanência e a autorização de trabalhar que é emitida pelo AMS.

 

Categorias de trabalho:

 

A quantidade de horas trabalhadas determina qual será a categoria do seu trabalho. Neste ponto a Áustria é um país excelente para se trabalhar, pois na maioria das vezes o funcionário pode estabelecer junto com seu patrão quantas horas pode ou deseja trabalhar.

 

Existem os trabalhos de poucas horas chamado Geringefügig, onde o ganho máximo não pode ultrapassar 446,81€ (dados de abril/2019) e o profissional trabalha normalmente de 10 a 15h semanais. Esta categoria de trabalho não tem impostos.

 

Depois temos os trabalhos de meio período ou, como são chamados aqui, Teilzeit. Nesta categoria, o profissional pode trabalhar até 30h semanais.

 

Por fim, temos os trabalhos de período integral, chamados Vollzeit, onde a carga horária máxima é de 10h/dia ou 50h semanais.

 

Salário mínimo na Áustria

 

Aqui na Áustria não existe salário mínimo nacional, pois o salário é estabelecido com base no acordo coletivo de cada profissão e depende ainda da quantidade de horas trabalhadas. O que podemos dizer pela nossa experiência é que um salário para um emprego em tempo integral normalmente começa em 1.500,00€ bruto.

 

Uma coisa interessante é que aqui se ganha 14 salários ao ano, sendo o 13º pago no final de junho e o 14º no final de novembro.

 

Para checar a média de salários por profissão aqui na Áustria, clique AQUI.

 

Férias

 

As férias na Áustria não precisam ser tiradas somente após 1 ano de trabalho, como acontece no Brasil. Aqui o funcionário pode tirar 2 dias úteis após cada mês trabalhado, basta combinar previamente o período desejado com o supervisor.

 

O funcionário tem direito a 25 dias úteis de férias em um período de 1 ano.

 

Como são cobrados os impostos?

 

A cobrança de impostos aqui funciona da seguinte forma:

 

Salário anual inferior a 11.000€: não será cobrado imposto

11.000 – 18.000: 25%

18.000 – 31.000: 35%

31.000 – 60.000: 42%

60.000 – 90.000: 48%

90.000 – 1.000.000: 50%

acima de 1.000.000: 55%

 

Seguro social (saúde pública):

 

Para quem possui emprego (meio período ou integral) na Áustria, o seguro social é descontado dos impostos. É importante lembrar que, como a categoria Geringefügig (10-15h semanais) não cobra impostos do trabalhador, neste caso a pessoa não tem o seguro social.

 

Portanto, se este funcionário quiser ter seguro social, é preciso que ele mesmo pague do seu bolso ou solicite que seja incluído no seguro social de seu cônjuge, caso este trabalhe aqui na Áustria.

 

A aposentadoria na Áustria:

 

A aposentadoria aqui é chamada de Pension, e é preciso ter contribuído no mínimo 30 anos. Homem e mulher aposentam-se com 65 anos – desde que tenham contribuído o mínimo exigido.

 

Não existe uma aposentadoria mínima na Áustria, uma vez que o valor é proporcional e vai sempre depender da sua idade, do tempo de contribuição e do valor de seu salário ao longo da vida.

 

O que existe aqui é o chamado suplemento compensatório para casos onde o salário é muito baixo. Se a renda da pessoa for inferior a 933,03€ ou a renda do casal inferior a 1398,97€ (dados de abril/2019), neste caso o governo dá uma ajuda financeira além da aposentadoria que a pessoa receberá proporcionalmente ao seu salário e tempo de contribuição.

 

É preciso reconhecer seu diploma universitário?

 

Se você é formado em uma universidade de algum dos países da União Europeia ou Suíça, a validação de diploma é simples e rápida, não havendo necessidade de cursar mais nada aqui na Áustria. Mas se o diploma foi emitido por uma universidade de outro país – Brasil, por exemplo – e sua profissão é regulamentada aqui na Áustria, então será necessário validar.

 

As profissões regulamentadas são arquitetos, médicos, enfermeiros, professores, fisioterapeutas e alguns ofícios ou negócios específicos. Já as profissões não regulamentadas não precisam fazer validação de diploma. Clique AQUI para acessar uma lista com as profissões regulamentadas.

 

O processo de validação consiste em se inscrever em uma universidade pública para que seja avaliado se o que foi aprendido no Brasil está de acordo com a grade austríaca. A universidade tem até 3 meses para fazer a avaliação e decidir se o profissional precisa ou não cursar algumas matérias e/ou fazer provas. Para determinadas profissões, onde o alemão é essencial, é também avaliado se o profissional domina o idioma.

 

O trabalho autônomo e os "bicos":

 

Qualquer trabalho autônomo aqui na Áustria precisa ser regulamentado e, além disso, qualquer ocupação requer um curso técnico, aqui chamado de Ausbildung.

 

Você não pode simplesmente começar a oferecer serviços (fazer bolos para festas, serviço de manicure em casa, cabeleireiro, etc) sem antes se registrar junto ao órgão austríaco responsável. Caso você não cumpra esta exigência e alguém faça uma denúncia anônima, uma multa alta será aplicada.

 

É possível conseguir um emprego na Áustria sem falar alemão?

 

Gostaríamos de dizer que sim, mas a realidade não é essa. É pouco provável que você consiga um emprego na Áustria sem ter, pelo menos, noções básicas do alemão. Até mesmo para profissões mais simples, onde nem é exigido ensino superior, é preciso falar o idioma local.

 

As exceções são para casos onde a pessoa está se candidatando para vagas de emprego na ONU ou empresas que só trabalham com mercados de fora da Áustria (o que é bem difícil).

 

Se você está pensando em se mudar para a Áustria e ainda não fala alemão, nossa recomendação é que aprenda o idioma antes mesmo de se mudar. Se isso não for possível - caso você já esteja de malas prontas para vir -, então busque um curso de idiomas quando chegar aqui para aprender o alemão em paralelo com a busca de empregos.

 

Se você ainda tiver alguma dúvida sobre esse assunto, entre em contato conosco.

 

Desejamos a todos vocês boa sorte e que tenham muito sucesso aqui na Áustria!

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

Posts em Destaque

Visto de permanência e cidadania austríaca

06.11.2018

1/3
Please reload

Posts Mais Recentes
Please reload

Siga a Gente
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
Nosso Canal
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Desde 2017 por Bruna Schaefer

Todos os direitos reservados